Tragédias como a de Brumadinho e Mariana que deixaram centenas de mortos e um dano ambiental imensurável podem ser evitados.  Um projeto desenvolvido pela startup nacional Brasil Ozônio,  empresa da Incubdaora USP/IPEN – Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), poderia ter colaborado para evitar tragédias, a nova tecnologia é capaz de tratar 100% da água contaminada por metais pesados, como ferro e manganês.

A solução já tem sido usada no Brasil. Uma das empresas que já testaram e aprovaram esse sistema foi a Indústrias Nucleares do Brasil (INB), que atua com mineração, enriquecimento, conversão, reconversão e outros processos. A empresa possui barragens como a de Brumadinho, com água contaminada com ferro e manganês, recorrentes da extração de urânio.

 

Saiba mais sobre o projeto

FONTE: CIETC

COMPARTILHAR